Grupo de Pesquisa Comunicação Eleitoral

Foi criado em 2012 para suprir a demanda específica da investigação relacionada à comunicação política. Tem por objeto a Comunicação Eleitoral, organizando pesquisadores e trabalhos de análise nos complexos processos de representação nas democracias contemporâneas. Tem por objetivo analisar os mecanismos de representação, práticas explicitadas em períodos de campanha eleitoral, assim como os papeis das diferentes instituições e organismos coletivos/sociais envolvidos nos processos eleitorais. Os principais objetos empíricos de análise são os conteúdos veiculados pelos meios de comunicação de massa a respeito dos processos eleitorais, tanto os produzidos pela elite política (propaganda eleitoral), quanto os que contemplam outros atores, como o jornalismo eleitoral. Também se pretende estabelecer como objeto analítico os processos de interação, produção e recepção de conteúdos dos meios tradicionais e novos meios de comunicação, em especial o uso das chamadas redes sociais digitais. O grupo de pesquisa pretende, originalmente, reunir pesquisadores de diferentes instituições de ensino superior brasileiras e de outros países a partir de dois programas de pós-graduação fundamentalmente: Programa de Pós-graduação em Comunicação Social PPGCS/UFPR e Programa de Pós-graduação em Ciência Política PPGCP/UFPR. Deste modo, o grupo pode receber estudantes de graduação na modalidade de iniciação científica e voluntariado. Certificado pelo CNPQ, o grupo possui as seguintes linhas de pesquisa: atores sociais e processos eleitorais, cobertura eleitoral, produção de conteúdos eleitorais e produção e recepção midiática durante as eleições. Responsável: Professora Luciana Panke.

ECOEP – Estudos sobre Comunicação Organizacional: estratégias e processos

Cada vez mais as organizações privadas e/ou públicas se dão conta da forte relação existente entre elas e a sociedade. Precisando, assim, ampliar e sofisticar os seus modelos de expressão e estratégias de ação nos processos de comunicação, buscando profissionalização e constante atualização nos seus quadros. Desta forma, este grupo de pesquisa atua no sentido de estudar e analisar a situação de comunicação organizacional nas diferentes organizações. A partir dos resultados, pretende-se avançar com propostas que possam auxiliar no desenvolvimento de processos e estratégias de comunicação.

GCEORGComunicação, educação e organizações

Tem como principal objetivo pesquisar, analisar e sistematizar as ações de comunicação e educação que estão sendo realizadas nos âmbitos institucionais, tais como escolas, empresas e organizações e os hábitos de consumo midiático de crianças, adolescentes e jovens. A sistematização e análise dessas ações à luz das teorias da comunicação e da educação existentes permite o planejamento de novos projetos que contribuam para uma formação de novas gerações numa sociedade caracterizada pelos meios de comunicação de massa e pelas novas tecnologias da informação e da comunicação. O grupo desenvolve pesquisas que servirão de fundamentação e suporte para instituições e profissionais que nela atuam que desejem atuar na interface comunicação e educação – cada vez mais necessária na formação de indivíduos para o século XXI.

GEPETE – Grupo de Estudos, professor, escola e tecnologias

Os integrantes do Gepete partem da constatação de que os professores se sentem muitas vezes despreparados e inseguros, frente ao enorme desafio que representa a incorporação das tecnologias ao cotidiano escolar. No entanto, já sabem que para poderem ocupar sucessivamente posições ativas e passivas no que diz respeito às tecnologias da informação no mundo atual e saber quando e como utilizá-las no ambiente escolar não adianta se isolar. É necessário buscar uma formação continuada na qual a troca de experiência aconteça. Nesse sentido, o Gepete visa ampliar as discussões sobre tecnologias e educação com a comunidade escolar em geral; reunir estudiosos e pesquisadores de diferentes instituições e níveis de ensino de Curitiba e região metropolitana para discutir a questão das tecnologias e formação dos professores; envolver a universidade em projetos elaborados pelo MEC – UAB na questão e formação de professores e o uso das tecnologias na escola. Líder do grupo: Glaucia da Silva Brito.

Link: OCtp://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=01037089IQZT2A

 GEI – Grupo de Estudos da Imagem

Promove reflexões no campo didático, no sentido da democratização do conhecimento relacionado às áreas de interesse do grupo. As atividades passam por pesquisas de imagem, trabalhos de conclusão de curso de graduação, orientações de pós-graduação, apresentação de artigos científicos e novas proposições de produção jornalística de televisão, e produção audiovisual, bem como a elaboração de projetos de desenvolvimento tecnológico. Os estudos realizados já resultaram na publicação do livro Ações e relações de poder: a construção da reportagem política no jornalismo paranaense, em 2007. Participantes do grupo assinam também outras publicações, como capítulos de livros, artigos científicos em congressos/simpósios nacionais e internacionais. Estão em andamento pesquisas abrangendo estudos do telejornalismo e TV Digital, no que diz respeito à produção de conteúdos, aos novos processos de convergência de mídias. Nesse âmbito, os estudos se voltam aos novos formatos e linguagens dos programas jornalísticos de televisão e às novas tipologias de programas. Paralelamente estão em desenvolvimento estudos sobre questões relacionadas à linguagem do telejornalismo contemporâneo, com destaque para projetos de produção de documentário e grande reportagem, respectivamente sobre temáticas referentes ao jornalismo cultural em televisão e ao meio ambiente. O grupo integra o programa de Pós-graduação em Comunicação da UFPR, na linha de pesquisa Comunicação Política e Atores Sociais, por meio de disciplinas ministradas, como a disciplina Poder e Política na Mídia Televisiva, desenvolvendo estudos e análises de conteúdos jornalísticos em programas de TV versando sobre temáticas políticas. A partir dessa atividade foi publicado em 2011 o livro Mídia e política caminhos cruzados, contendo artigos de pesquisa elaborados pelos integrantes do grupo. O grupo é liderado pelos professores João Somma Neto e Rosângela Stringari.

MEDUC Mídia, Linguagem e Educação

Grupo de pesquisa certificado pela Universidade Federal do Paraná e vinculado ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) que se dedica à pesquisas na área de comunicação e educação. Formado em 2005, o grupo tem como objetivo desenvolver projetos práticos e teóricos que supram as lacunas existentes nas áreas da comunicação e da educação. Particularmente, implementar pesquisas que tenham como interface as várias mídias e os usos da linguagem e, por meio de reuniões, participações em congressos, eventos, realização de atividades de extensão como seminários, palestras, oficinas, contribuir para a inovação e avanço do conhecimento nessas áreas de forma a integrar alunos e pesquisadores numa discussão interdisciplinar. Responsáveis: professores Jair Antonio de Oliveira (líder); Itanel Quadros (vice-líder), Claudia Quadros, Rosangela Stringari, Mário Messagi, Toni Vieira.

 NECOMGRAF – Núcleo de Estudos de Comunicação Gráfica

Tem como objetivos: pesquisar os fundamentos teóricos e práticos da comunicação visual no que tange a seus aspectos históricos, trajetórias, atualidade e perspectivas; a comunicação visual-gráfica aplicada à publicidade, jornalismo e afins; os desenvolvimentos técnicos e tecnológicos que influenciam no desenvolvimento das linguagens aplicadas à comunicação visual-gráfica. Desenvolve projetos de pesquisa; configuração e oferta de cursos e eventos de extensão; publicações (com os resultados das investigações realizadas); e oferece apoio ao ensino da graduação e pós-graduação. Responsável: professor Itanel Bastos de Quadros Junior.

 Journalism Students Project

A pesquisa Journalism Students around the Globe é um prolongamento do projeto internacional “Journalism Students Project” (Identidades e Culturas Profissionais), encerrado em 2013, da qual a professora Claudia Quadros participou por meio do Grupo JORXXI. No Brasil, o projeto Journalism Students around the Globe tem a coordenação geral da UNB. A professora Claudia Quadros, do PPGCOM-UFPR, foi convidada para coordenar as pesquisas no Brasil como vice-líder do Grupo de Pesquisa transnacional Journalism Students across the Globe – Grupo Brasileiro. O projeto de pesquisa envolve pesquisadores de quase trinta países. Entre eles, Brasil, Canadá, Chile, Estados Unidos e México. Hoje, também participam desta pesquisa as seguintes instituições Unisc, Puc-MG, PUC-GO, UnB, UFRN, UFPR, UEPG, Ufam, Unesp, FIAM-FAAM , Iesb (DF). A partir da aplicação de um questionário – e que pode ser complementado com outras metodologias de pesquisa – busca analisar o perfil, valores e representações dos estudantes de jornalismo de diferentes países (são quase 30 nesta segunda edição). No Brasil, a amostra é constituída de cursos de Jornalismo de Instituições Públicas e Privadas distribuídas nas cinco regiões do país. Os resultados da pesquisa serão desdobradas em análises de abrangência institucional, regional, nacional e transnacional. A coordenação internacional do grupo é de responsabilidade dos professores Claudia Mellado (Universidad de Santiago, Chile) e Folker Hanusch (Queensland University of Technology, Australia). Na UFPR, também participa da pesquisa o professor Mário Messagi Junior.

UFPR Fbrica de Comunicao Prattica CACOS Comunicao