O Curso de Comunicação Social da UFPR foi autorizado pelo Conselho Universitário no dia 26 de setembro de 1963, e iniciou suas atividades no mês de abril do ano seguinte, 1964 e faz parte do Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes.

Nestes quase 50 anos de história, passou por diversas mudanças tanto curriculares quanto administrativas, formando alunos que hoje atuam no mercado local e nacional, e , sobretudo, retratou as profundas mudanças ocorridas no ensino superior brasileiro, ainda marcado por diferenças regionais, em especial na área de Comunicação Social.

Ao mesmo tempo, neste período, registrou as mudanças e os antagonismos vivenciados pela sociedade paranaense, cujas principais lideranças intelectuais, políticas e econômicas foram formadas pela UFPR. Talvez de forma mais contundente do que em outras capitais há uma valorização ou uma representação significativa da Universidade na trama local, principalmente do curso de Jornalismo, que, durante alguns anos, foi o único responsável pela formação dos profissionais de Comunicação na cidade.

A trajetória do Curso iniciada na década de 60 mostra diferentes momentos e estruturas desde o primeiro currículo mínimo de 62 até o modelo vigente, deixando transparecer que, apesar da oferta das três habilitações, a preferência pelo jornalismo predominou, muito em função da orientação pedagógica do curso e da formação dos professores da época. Este quadro começou a mudar a partir das exigências fixadas pela Resolução nº 02/84 do MEC, cujo currículo mínimo intensificou as especificidades das habilitações, estabelecendo as ementas para cada matéria indicada, conferindo o grau de Bacharelem Comunicação Socialcom a indicação da respectiva habilitação do graduado. Atualmente o Curso oferece três habilitações, promovendo a formação de profissionais nas áreas de Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda.

Em 1998, com intuito de modernizar e aperfeiçoar o currículo, foi dado início ao processo do currículo ainda hoje vigente, fundamentado nas novas diretrizes curriculares nacionais para a área de Comunicação Social, divulgadas em março de 1999.  A nova proposta guiada de acordo com o princípio da flexibilização curricular, com caráter interdisciplinar, buscou reduzir as disciplinas obrigatórias e aumentar as optativas. Estas e outras idéias que pautaram a Comissão da Reforma Curricular estão registradas no processo nº 23075.24745/99-91, datado de 05/07/99, documento oficial da implantação deste currículo vigente desde 2000. De lá para cá, vários ajustes se fizeram necessários, principalmente na composição das disciplinas e na adaptação e atualização dos regulamentos dos Trabalhos de Conclusão de Curso, dos Estágios e das Atividades Formativas.

O Curso tem como compromisso colaborar com a missão da Universidade Federal do Paraná – fomentar, construir e disseminar o conhecimento, contribuindo para a formação do cidadão e para o desenvolvimento humano do Paraná e do Brasil -. A importância do Curso iniciado nos anos 60 e que se mantém até hoje, está em contribuir na formação de profissionais qualificados na área de Comunicação Social, capazes de atender com responsabilidade a demanda do mercado de comunicação da nossa região especificamente, assim como de outras localidades, já que temos alunos oriundos de vários outros estados do Brasil, fornecendo-lhes o conhecimento necessário para o cumprimento das suas competências profissionais e sociais, de tal forma que possam exercer eticamente as suas funções quer seja no mercado, na prestação de serviços especializados à comunidade ou contribuindo na busca de soluções para os problemas regionais e nacionais. Com estes objetivos, o Curso não abre mão da reflexão crítica, da formação teórica, do domínio de linguagem e técnicas e da crítica e proposição de inovações das práticas profissionais e linguagens, reconhecendo a necessidade de uma formação diversificada para um mercado reconhecidamente diversificado. Busca-se associar ao ensino, a extensão e a pesquisa, por oferecerem ao aluno oportunidades de interação com a sociedade e com outras realidades, conferindo-lhes um diferencial significativo na formação profissional e social.

 

 

UFPR Fbrica de Comunicao Prattica CACOS Comunicao